Aplicativos Oracle Utilities Meter-to-Cash executados no Oracle Exadata Database Machine e no Oracle Exalogic Elastic Cloud demonstram throughput sem precedentes para 10 milhões de medições

Oracle processa mais de um bilhão de leituras de medidores e 500 mil faturas de clientes em oito horas

 

Notícias

  • A Oracle anunciou a capacidade inédita de processar mais de um bilhão de registros e gerar 500 mil faturas de clientes em um período noturno de oito horas, usando o Oracle Utilities Customer Care and Billing, o Oracle Utilities Meter Data Management e o Oracle Utilities Smart Grid Gateway – integrados por meio da Oracle Application Integration Architecture, e executados no Oracle Exadata Database Machine X2-2 e no Oracle Exalogic Elastic Cloud X2-2. Os dados do teste consistiram em um subconjunto extraído de 30 bilhões de leituras de medidores, um volume normal em uma grande empresa de serviços públicos.
  • O teste, projetado de acordo com cenários comerciais reais, processou dados recebidos de 10 milhões de medidores inteligentes, cada qual reportando 100 leituras por dia, um volume que traduz as necessidades de processamento diário de uma típica empresa de serviços públicos.
  • O teste usou os dados históricos referentes a um mês de medições por meio do Oracle Utilities Meter Data Management (30 bilhões de leituras de medidores) e o histórico de seis meses de faturas no Oracle Utilities Customer Care and Billing (60 milhões de faturas). O teste emitiu faturas para cada conta usando três índices diferentes (simulando níveis de “pico”, “transição” e “fora de pico”).
  • A configuração testada conseguiu compactar em até 45 vezes os dados de arquivos usando o Oracle Exadata Hybrid Columnar Compression, alcançando eficiência de armazenamento que gerou reduções significativas de custo para empresas de serviços públicos que armazenam smart grids e outros dados.

 

Depoimento de apoio

  • “Novas tecnologias e processos de negócios estão aumentando drasticamente o volume de dados que as empresas de serviços públicos processam durante o processo meter-to-cash (M2C, modelo de serviço em que a medição, faturamento e arrecadação de energia – incluindo a entrega da fatura ao cliente – é realizado por um terceiro). Este teste – único do gênero até o momento – comprova que as soluções completas e integradas de software de missão crítica da Oracle, executadas nos sistemas projetados da empresa, ajudam as prestadoras de serviços públicos a dimensionar corretamente seus data warehouses para processar elevados volumes de dados de consumo gerados pelos medidores inteligentes. Esses dados ajudam essas organizações a orientar os consumidores sobre como monitorar e administrar o uso de energia com maior flexibilidade e controle”, disse Rodger Smith, vice-presidente sênior e gerente geral da Oracle Utilities.

 

Recursos de suporte

 

Até mais,

Redação

BLOG RODRIGO ALMEIDA | COPYRIGHT 2014 - Todos os direitos reservados.
5 Cromac Avenue, Belfast, Northern Ireland
Phone: (305) 555-4446 Fax: (305) 555-4447
E-Mail: johndoe@yourdomain.com Web: http://www.yourdomain.com
x
Loading...